Abrig participa de reunião na Controladoria Geral do Paraná

Compartilhar Artigo

Organizações vão trabalhar juntas na construção de um ambiente que garanta a defesa de interesses com ética, lisura a transparência

A Controladoria Geral do Estado (CGE) recebeu, nesta quinta-feira (1), representantes da Associação Brasileira de Relações Institucionais e Governamentais (Abrig) para discutir as ações governamentais para garantir a transparência na gestão e na atuação dos profissionais de relações institucionais. O órgão pretende entregar, nos próximos dias, um estudo ao governador Ratinho Junior sobre os procedimentos da atividade no executivo.

A audiência na CGE foi coordenada pelo Controlador-Geral, Raul Siqueira, que recebeu presencialmente Fábio Aguayo, Luan Dias e Lucas Rieke. Participaram de Brasília, Katiane Gouvêa e Eduardo Fayet e Alex Follman. Na reunião, ficou firmada a colaboração da Abrig Paraná e da Controladoria Geral do Estado na construção de um ambiente que garanta a defesa de interesses com ética, lisura a transparência.

A Abrig está em campanha junto à sociedade para esclarecer que o profissional de relações institucionais e governamentais (RIG) é o responsável por apresentar às autoridades as informações qualificadas e técnicas que auxiliam na tomada de decisão. O profissional de RIG atua diretamente na formulação de políticas públicas com o intuito de melhorar as decisões, elevando as discussões com novas análises e pontos de vista.

Contexto

Em agosto a Abrig lançou junto com a ABNT uma Prática Recomendada de RIG. A atividade foi reconhecida em 2018 pelo Ministério do Trabalho e está prevista no Classificação Brasileira de Ocupações, sendo que o profissional que a exerce atua no processo de decisão política, participando da construção da política pública, elaborando estratégias de relações governamentais, bem como analisando os riscos regulatórios ou normativos.

O papel do profissional de RIG também está previsto nas recomendações da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). A presidente da Abrig, Carolina Venuto, comemora a aproximação e a atuação da Abrig no Paraná. “Estou certa de que teremos um trabalho muito profícuo na região”. A presidente tem participado de diversos debates sobre a regulamentação do RIG no Brasil, e hoje é a voz mais prestigiada na defesa do setor.

Para Katiane Gouvêa, diretora da Abrig, a parceria reflete o perfil do estado. “O Paraná é respeitado no Brasil e no mundo pelo comprometimento e profissionalismo”. Segundo Katiane, políticas públicas que regulamentam a atuação do RIG melhoram o ambiente produtivo, a economia e influenciam as decisões dos investidores internacionais.

De acordo com Fábio Aguayo, representante da Abrig no Paraná, o estado se antecipa e se posiciona como exemplo aos demais estados. “Recebemos com muita motivação o interesse do estado em liderar a regulamentação de RIG no Brasil. A Abrig está disposta a colaborar e participar ativamente do processo”, disse.

Conforme Luan Dias, a parceria da Abrig com o estado do Paraná coloca o Paraná na vanguarda e na inovação da administração pública. “É fundamental o trabalho que tem sido feito para desmistificar a atuação dos profissionais de RIG”

Artigos Relacionados

Bares

MTE integra CNTur na CONAETI

MTE empossa novos membros da CONAETI e lança Manual de Perguntas e Respostas sobre Trabalho Infantil e Proteção ao Adolescente Trabalhador No Dia Nacional de